CÁLCULO    DAS    FORÇAS

As forças em uma estrutura metálica originam-se de muitas causas e possuem variadas orientações e intensidades; as aplicações ocorrem em diversos pontos.
As decorrentes das ventanias ou de corpos móveis denominam-se cargas dinâmicas. O peso próprio da estrutura, das telhas e de corpos sustentados ou fixados são cargas estáticas.
As cargas dinâmicas soem atingir intensidades preocupantes; por isto é indicado um acréscimo de 50% nos valores das isopletas eólicas da NB 6123.
O peso suportado por um elemento estrutural e o seu peso próprio constituem o peso para outro elemento que lhe serve de apoio; e assim por diante.
Em vista do exposto, o cálculo começa pelas solicitações externas; continua pela determinação das telhas; do suporte das telhas, as terças; do apoio para as terças; etc. até chegar às fundações.
O cálculo preciso das forças que agem em uma barra, ou elemento estrutural, permite a escolha do tipo de perfil com as propriedades adequadas.